Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 28 de outubro de 2012

Como ser um idiota - Parte 1


Bom, nessa escritura eu irei mostrar como ser um idiota com a garota que ama em quatro meses. Eu não irei citar o nome de ninguém no livro, irei usar nomes falsos ou invéz dos nomes reais, lembrando que nomes de escolas também serão falsos.
Prazer, me chamo Frank, no ano de 2012 (ano atual) aconteceu umas das maiores desgraças de minha vida, eu comecei a gostar de alguém e depois isso acabou virando uma paixão. Isso nos olhos de muitos não é uma desgraça, mas sim uma benção, gostar e amar alguém parece ser a melhor coisa do mundo, mas nem sempre é.
Tudo começou em janeiro de 2011, no Colégio Guilherme Batista Júnior. Eu sempre como uma pessoa normal com vários amigos, e talz. Mas naquele ano uma  pessoa “diferente” entrou no colégio, era a pessoa mais linda que já vi até hoje, Blair. Longos cabelos negros, um sorriso que enchia o meu coração, gostava de boas músicas mas algumas vezes uma coisa que eu gostava ela odiava, mas nada de mais.
Blair parecia uma garota tímida, mas chamava a minha atenção, sentada no lugar contrário ao meu, sempre roubava olhares meus e de alguns outros garotos. Em um dia de Educação Física, eu e meu amigo, Harry, estavamos conversando sobre as pessoas novas que entraram na escola. Blair não jogou e sentou ao nosso lado, falando sobre a escola onde estudou, Escola Cristã da Saúde e da Amizade, Harry e eu riamos das palhaçadas que ela contava sobre a sua antiga escola, depois da educação física, Harrry me falou que ela era bem bonita mas que não era pra ele. O garoto me irritava falando pra eu dar em cima dela, mas eu sou mais tímido que outras coisas para falar com uma mulher, então sentei e esperei a coragem vir.
Passado alguns meses, eu conversava com ela e ela me passou o seu msn (Windowns Live Messenger) para mim. No mesmo dia eu adicionei ela, ficamos conversando sobre inúmeras coisas no msn, até que perguntei de quem ela gostava da escola. Ela respondeu me, que gostava do menino do ensino médio, Paul, minhas esperanças se acabaram pela primeira vez. Um vazio me enchia por dentro, mas Harry me botou para cima com uma frase “Foda-se se ela gosta dele, vá em frente”. Ergui a cabeça e confessei para ela que eu gostava dela.
O nosso relacionamento mudou um pouco, ela se afastou e ficou distante, me senti como um idiota tentei concertar o erro mas não funcionou. Bom eu não podia negar, eu gostava dela, e fui me apaixonando aos poucos.


Essa é a primeira parte de um texto de quatro ou cinco partes, Ele irá mostrar como ser um total imbecil, magoar quem você ama, se magoar, e começar a se odiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário